sexta-feira, 19 de julho de 2019

Morre menino baleado em confronto com PF em Cristal

Após três dias do confronto entre membros de uma quadrilha de assalto a bancos e a Polícia Federal em Cristal, no Sul do Estado, um menino de quatro anos, vítima do tiroteio, morreu no início da tarde desta sexta-feira. A criança estava internada desde a última quarta-feira na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica do Hospital de Pronto Socorro (HPS) de Porto Alegre. 

O menino, filho de Daniela Weizemann e Marcos Luis Berghann, não resistiu às complicações decorrentes dos ferimentos sofridos. Ele foi baleado na cabeça e braços. Conforme a Polícia Federal, os policiais atiraram somente depois que dois carros furaram barreira policial. 

Já na noite desta quinta-feira, foi encontrado morto o homem ferido durante o tiroteio. Ele estava detido na carceragem da Polícia Federal (PF) desde o dia 17 na superintendência da PF em Porto Alegre.

De acordo com a própria polícia, os indícios apontam que Marcos Luis Berghann usou as ataduras de seus curativos para se enforcar na cela que ocupava. Um policial foi levar sua janta, por volta das 19h, e encontrou o corpo do suspeito. Um inquérito será instaurado para apurar as circunstâncias da morte.

Berghann estava custodiado por tentativa de homicídio após entrar em confronto com policiais federais. Ele e outros homens eram monitorados pela PF suspeitos de integrar uma quadrilha de ataque a bancos. Na terça-feira eles romperam duas barreiras policiais em Cristal, e na segunda entraram em confronto com os policiais. Segue o cerco atrás dos criminosos. (Correio do Povo)

quarta-feira, 17 de julho de 2019

Homem ferido em confronto com a PF é identificado

O homem envolvido em tiroteio com a Polícia Federal, após barreira na cidade de Cristal, foi identificado como Marcos Luis Berghann, de 34 anos. O homem tem antecedentes criminais por homicídio e outras práticas criminosas e foi atendido no Hospital Nossa Senhora Aparecida, em Camaquã.

O filho de Marcos, uma criança de 4 anos, que não teve sua identidade revelada, está internado em estado grave. Sua esposa, Daniela Weizemann, de 35 anos, morreu no local.

A outra mulher que morreu na ação foi identificada como Aline Scmidt Pirola, de 25 anos. Os passageiros dos dois carros utilizados na ação, são naturais de Lajeado.


O caso

Duas mulheres morreram, e uma criança e um homem ficaram feridos em um tiroteio que ocorreu na madrugada desta quarta-feira (17) em Cristal, na Região Sul do estado, após passarem por uma barreira da Polícia Federal.

A PF informa que estava na região monitorando o possível resgate de assaltantes de banco.

“Policiais entraram em confronto com criminosos que tinham por objetivo o resgate dos responsáveis pelo ataque a banco ocorrido no dia 6 de julho, em Dom Feliciano”, diz a nota enviada à imprensa (leia a íntegra abaixo).

A PF acrescenta que dois veículos furaram a primeira barreira e, na segunda abordagem, houve confronto com troca de tiros. O homem que ficou ferido, também segundo a polícia, tem condenação por homicídio e estava em prisão domiciliar. O menino baleado é filho dele.

Em um dos carros envolvidos, a PF diz que havia armamento, que foi apreendido.

Em entrevista no fim da manhã, o delegado Alexandre Isbarrola, da Polícia Federal, falou à imprensa e disse ter certeza de que os veículos abordados estavam envolvidos no resgate. 

Mortos e feridos 

A prefeita da cidade, Fábia Richter (PSB), esteve no local dos disparos e ajudou a socorrer as vítimas. Segundo ela, as mulheres que morreram estavam em dois carros. Um delas estava dirigindo um veículo e a outra era carona do segundo automóvel.

Durante a manhã, os nomes das vítimas foram confirmados pela Polícia Civil. São Daniela Weizemann e Aline Pirola, que era estagiária na Prefeitura de Lajeado.

“Eu estive no local, uma [mulher] em cada carro, uma na direção, e outra na carona. Me passa a ideia de que eles estavam tentando, assim, furar o bloqueio numa condição de família. Na verdade, eu acho que a polícia vai esclarecer melhor isso”, diz a prefeita.

“Eles tentaram furar o bloqueio (…) Eles furaram o bloqueio, e daí na passada teve reação”, acrescenta.

O homem e o menino, de 4 anos, que ficaram feridos, foram levados para o hospital de Camaquã. A criança foi encaminhada ao Hospital de Pronto Socorro (HPS) de Porto Alegre e o estado de saúde dela é grave, segundo a Secretaria Municipal de Saúde.

“[Eu fui] dar um suporte, apoiar a equipe. A gente sabia que podia ter mais uma vítima, enfim. Uma situação um tanto diferente. Tinha criança, e a criança era uma criança pequena, estava numa cadeirinha de bebê. A equipe do Samu acabou trazendo a criança na cadeirinha”.

Essa outra criança citada pela prefeita tem 2 anos, e estava consciente. Ela estava em um dos carros envolvidos. “A gente precisava dar apoio. Saber pelo menos o nome dela”, afirma Fábia.

“Nós ouvimos os tiros, aí criou um pânico na cidade. Até porque, à distância, nós acompanhamos, na semana passada, a busca de alguns assaltantes aqui ao lado de São Lourenço. Acompanhávamos à distância essa situação de Dom Feliciano. Então, quando teve isso, [a população] levou um susto, achou que podia ser um assalto a banco, enfim. Mas cidade pequena, todo mundo se comunica”, acrescenta a prefeita.

Nota da Polícia Federal 

A Polícia Federal informa que, no final da noite dessa terça-feira (16/07), policiais entraram em confronto com criminosos que tinham por objetivo o resgate dos responsáveis pelo ataque a banco ocorrido no dia 06 de julho, em Dom Feliciano.

Policias federais do GPI (Grupo de Pronta Intervenção), após receberem informações da possibilidade de resgate, montaram barreiras na rodovia no município de Cristal. Dois veículos furaram a primeira barreira e, na segunda abordagem, houve confronto com troca de tiros.

Duas mulheres morreram, um homem, condenado por homicídio e que estava em prisão domiciliar, e seu filho, ficaram feridos. Foi encontrado e apreendido armamento em um dos veículos.

A Polícia Federal investigava o envolvimento do grupo criminoso por assaltos à Caixa Econômica Federal e a outros bancos. No dia 6 de julho, policiais federais e militares entraram em confronto com os criminosos que atacaram uma agência bancária em Dom Feliciano, com utilização de explosivos. Na oportunidade, a investigação da PF indicava que o assalto ocorreria na região.

Duas mulheres morrem e duas crianças ficam feridas após carros furarem barreira policial em Cristal

Duas mulheres morreram e duas crianças ficaram feridas no final da noite dessa terça-feira depois que uma barreira da Polícia Federal (PF) foi furada em Cristal, no Centro Sul do Rio Grande do Sul. Um confronto teria ocorrido e uma das crianças, de três anos, foi atingida por um tiro na cabeça, em um dos braços e em uma das nádegas. A informação foi confirmada pela prefeita da cidade, Fábia Richter. 

Segundo relatos preliminares, quatro carros teriam furado a barreira policial e os policiais revidaram. As mulheres conduziam um Honda Civic e um Chevrolet Celta. Elas morreram na hora, enquanto os outros dois carros escaparam. 

A criança que teve ferimentos mais graves foi encaminhada para o Hospital de Cristal, transferida para o de Camaquã e, posteriormente, para o Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre. O estado de saúde dela não foi divulgado. A outra criança, de aproximadamente dois anos, teve escoriações. Ela passa bem. 

Conforme a prefeita Fábia, os policiais federais tinham aumentado o efetivo na cidade no período da tarde. O setor de inteligência tinha relatado que criminosos iriam fugir pela cidade. Perto das 23h30min, os carros furaram a barreira. A suspeita do uso das crianças era para confundir a polícia e relatar ser morador local. No entanto, ainda não se sabe o motivo de terem furado a barreira. As mulheres estariam resgatando os homens envolvidos em um ataque a banco em Dom Feliciano, no início do mês. 

No ataque a uma agência bancária, os criminosos usaram explosivos para acessar caixas eletrônicos. Em seguida, depois do arrombamento, eles fugiram em um carro que, mais tarde, foi abandonado. Desde então, a PF realizava um cerco para prender os assaltantes. (Correio do Povo)

terça-feira, 16 de julho de 2019

Polimata Serviços participa da Sessão da Câmara abordando os projetos realizados pela empresa no município

A Polimata Serviços participou da Sessão da Câmara de segunda-feira (15), abordando o trabalho realizado no município. Pablo Menezes de Souza, responsável pela empresa Polimata, abordou os projetos desenvolvidos pela empresa terceirizada em São Lourenço do Sul. A participação foi proposição da vereadora Carmem Rosane Roveré (PSB), aprovada por unanimidade. 


segunda-feira, 15 de julho de 2019

Criptomoedas: apenas 13% dos brasileiros compreendem seu funcionamento

O novo estudo "Território desconhecido: por que os consumidores ainda estão receosos em adotar criptomoedas?”, realizado pela Kaspersky, revelou que a falta de conhecimento e confiança são os principais fatores que impedem os consumidores de utilizarem criptomoedas. Para se ter uma ideia, embora 36% dos brasileiros possuam algum conhecimento sobre criptomoedas e haja procura por esta tecnologia, apenas 13% compreendem como é que elas funcionam.

Embora a taxa de adoção das criptomoedas pelos consumidores a nível global tenha se tornado menos intensa, algumas celebridades como o ator Johnny Depp e outros influencers do YouTube, como o PewDiePie, têm utilizado esta tecnologia. A verdade é que muitos dos consumidores ainda conhecem pouco a respeito do funcionamento das criptomoedas e é este desconhecimento que faz com que não sejam adotadas pelo público geral. Dos brasileiros entrevistados, 73% revelaram nunca ter adquirido criptomoedas – mostrando o quão distantes ainda estamos em aceitar as criptomoedas como uma forma de pagamento comum.

O estudo da Kaspersky concluiu que existe uma grande vontade entre muitos dos consumidores para utilizarem criptomoedas, mas esta falta de conhecimento tem dificultado todo o processo de adesão. Ainda assim, muitas das pessoas que pensavam que sabiam com o que estavam lidando, mais tarde decidiram se afastar das criptomoedas. Aliás, 22% dos brasileiros parou de utilizá-las por considerar que eram “tecnicamente complicadas”. 

Contudo, a falta de conhecimento pode gerar uma série de desconfiança quanto às criptomoedas e afetar a capacidade dos consumidores em manter o seu dinheiro longe de perigo. Por exemplo, 37% dos brasileiros revelaram que, por acreditarem que as criptomoedas são voláteis, preferem esperar que se tornem mais estáveis para utilizá-las. Há, também, a percepção frequente entre os consumidores de que as criptomoedas não vão durar para sempre. Inclusive, 13% dos brasileiros acreditam que estas moedas estão apenas “na moda” e que não vale a pena considerá-las. 

Enquanto o interesse em criptomoedas pode parecer ter atingido o seu pico, a verdade é que ainda existe uma procura por esta tecnologia. Cerca de 31% dos brasileiros afirmaram que, apesar de não estarem utilizando criptomoedas atualmente, gostariam de usá-las no futuro. No entanto, a dúvida ainda permanece entre os consumidores, sendo muitas vezes guiados pelo medo de colocarem em risco as suas finanças. O que é certo é que os hackers podem utilizar as criptomoedas para seu proveito, já que cerca 16% dos brasileiros revelaram já terem sofrido um ataque deste gênero. Os criminosos também criam e-wallets falsas para levarem as pessoas a investirem o seu dinheiro de forma incorreta, tornando-se vítimas de fraude – cerca de 3% dos brasileiros afirmou já ter sido vítima de uma fraude de criptomoedas.

Após vários anos consecutivos de investigação ao lado de startups de criptomoedas, a Kaspersky recomenda às empresas de criptomoedas a adotarem melhores práticas de segurança, como também utilizarem estruturas comprovadas para contratos inteligentes (tais como  https://openzeppelin.org/) e a conduzirem avaliações de terceiros a estes contratos, de forma garantir que não existem vulnerabilidades.

“Se os consumidores querem trocar ou negociar os seus bens de criptomoedas, devem estar atentos à segurança das credenciais da sua conta. Se tiverem em mente investimentos a longo prazo ou utilizarem as criptomoedas para pagamentos, devem guardá-las num ambiente seguro e utilizarem várias carteiras digitais, ou ainda, distribuí-las entre o software e o hardware. Aconselhamos também às empresas de criptomoedas a se organizarem de forma eficiente para conseguirem mostrar aos seus clientes que são capazes de proteger os seus investimentos”, afirma Vitaly Mzokov, Head of Verification na Kaspersky.

Para ajudar a melhorar a estabilidade e a fomentar a confiança nas criptomoedas, os parceiros da Kaspersky, tais como a Merkeleon, desenvolveram plataformas legítimas de mercado, que envolvem leilões online, trocas de criptomoedas e sistemas de criptopagamentos. Alexey Sidorowich, responsável de vendas e negócios na Merkeleon, explica: “as criptomoedas têm benefícios, mas, como podemos ver, muitos dos consumidores ainda não estão conscientes da segurança e do modo como esta tecnologia funciona. Embora seja um tema bem atraente, é preciso estar seguro de como utilizar as criptomoedas. Por isso, torna-se imprescindível que as empresas desse setor façam o possível para protegerem a sua rede e assegurarem que as finanças dos seus consumidores estão a salvo e em segurança”.

Para saber mais sobre como é que os consumidores se sentem face às criptomoedas, consulte o estudo da Kaspersky: "Território desconhecido: por que os consumidores ainda estão receosos em adotar criptomoedas?”- https://www.kaspersky.com/blog/cryptocurrency-report-2019/

Efetivo da Marinha chega para atuar no combate ao Aedes aegypti

Um efetivo da Marinha chegou a São Lourenço do Sul na manhã desta segunda-feira (15), para reforçar um mutirão de combate ao mosquito Aedes aegypti. A equipe atuará a pedido do prefeito Rudinei Härter, que preocupado com a proliferação do mosquito após vários focos com larvas serem encontrados no bairro Navegantes, solicitou a ajuda da Marinha.

Durante a manhã, o efetivo foi recebido pelo secretário Especial de Gabinete, Eduardo Silveira, representando o prefeito, a secretária adjunta de Saúde, Adriane Martins e a coordenadora da Vigilância Sanitária, Adriane Soares. Os secretários derem as boas vindas ao grupo e agradeceram em nome do prefeito e da comunidade pela importante ajuda que dará a São Lourenço do Sul.

Após a recepção, os marinheiros que ficarão por dez dias na cidade receberam instruções da equipe da 3ª Coordenadoria Regional de Saúde. Pela tarde, inicia o mutirão, em conjunto com os agentes de saúde, agentes de combate a endemias e a equipe da Coordenadoria Regional de Saúde. A visitação aos imóveis começa pelo bairro Navegantes para, posteriormente, avançar a outros pontos da cidade. Por isso, a recomendação é para que as pessoas recebam as equipes em suas casas, já que o objetivo, além de orientar, é averiguar possíveis formas de acúmulo de água, além de focos com larvas.

Não há doença no Município

Mesmo com a presença do mosquito Aedes aegypti, não há nenhuma das doenças transmitida por ele (dengue, zika e chikungunya) em São Lourenço do Sul. O mosquito só as transmite se picar uma pessoa doente e depois outra pessoa. Ainda assim, é preciso que cada um faça a sua parte eliminando possíveis criadouros. Há uma elevação de municípios considerados infestados pelo mosquito na região, por isso, os cuidados são cada vez mais importantes. O número dos casos de dengue no Rio Grande do Sul também tem aumentado bastante neste ano.

Evite o acúmulo de água

A prevenção ao mosquito exige empenho de todos. No caso de São Lourenço do Sul, é importante que os moradores de todo o Município façam a sua parte, não apenas no bairro Navegantes. É fundamental eliminar qualquer forma de acúmulo de água em que o mosquito possa colocar os ovos. Ele coloca seus ovos em água limpa, mas não necessariamente potável. Por isso é importante destinar corretamente pneus velhos ou furados, virar garrafas com a boca para baixo e, caso o quintal seja propenso à formação de poças, realizar a drenagem do terreno e evitar plantas que acumulam água nas folhas. Também é necessário lavar a vasilha de água do bicho de estimação regularmente e manter fechadas tampas de caixas d'água e cisternas. A principal dica que todos devem ter em mente é que toda e qualquer forma de acúmulo de água, mesmo que em pequena quantidade como uma tampinha de garrafa, já pode servir como local para o mosquito fêmea colocar ovos.

A Secretaria de Saúde tem 67 armadilhas instaladas na cidade. São pneus cortados ao meio com água. Essas armadinhas são visitadas uma vez por semana pelos agentes de combate a endemias e quando são encontradas larvas do mosquito, é realizada a Delimitação de Foco em um raio de 300m ao seu redor, com fiscalização em casas, comércios e terrenos. Foi neste trabalho que larvas foram encontradas em residências do bairro Navegantes, motivando a intensificação das ações de combate.

Há também no município 33 pontos estratégicos que são visitados a cada 15 dias, como cemitério, o chafariz da praça central, depósitos, borracharias e construções, por exemplo, justamente para verificar possível existência de larvas. Já os agentes de saúde receberam capacitação e ao visitarem as famílias também fazem a vistoria contra o mosquito Aedes aegypti. 

Câmara Municipal oficializa repasse de R$ 110 mil ao executivo, auxiliando no desenvolvimento econômico, meio ambiente e cultura

A Câmara Municipal realizou ato oficial de entrega dos repasses financeiros ao executivo nesta segunda-feira (15), na ordem de R$ 110 mil, antecipando devolução de Duodécimo de 2019. O repasse auxilia nas seguintes áreas: cultura, desenvolvimento econômico e meio ambiente. 

A Câmara Municipal e a Prefeitura entram em acordo no dia 05 de julho, em reunião entre o Prefeito Municipal Rudinei Harter e o Presidente da Câmara Luis Weber, garantindo auxilio financeiro em favor da Associação Ecológica de Recicladores de São Lourenço do Sul – ASSER, que pretende melhorar a sua estrutura de trabalho,  e também garantindo apoio a Associação Amigos da Banda Musical Municipal Luiz Carlos Colvara  e a ACI/CDL, que prepara o 1º Festival de Inverno Lourenciano.  

O ato realizado nesta tarde no Plenário Vereador Leomar Martin Lange contou com a participação dos vereadores e das entidades beneficiadas.  

sexta-feira, 12 de julho de 2019

E.C. São Lourenço de Futsal tem início neste sábado (13)


No próximo sábado (13) terá início a 4ª Taça E.C. São Lourenço de Futsal.  A competição conta, neste ano, com 12 equipes na categoria Livre Masculina e 6 equipes na Veteranos e é realizado em uma parceria do E.C. São Lourenço com a Prefeitura Municipal, através da Coordenadoria de Desporto. Os jogos começam as 18:15h na quadra do E.C. São Lourenço. Confira as equipes participantes do torneio.

CHAVE A
- Amplimaq
- Racing
- Barcelona
- Coqueiro FC
- Praiano
- Turma do Bigode (Cristal)


CHAVE  B
- Quilmes
- Abasf
- Toluca
- Funil
- Getafe
- Leicester

CATEGORIA VETERANOS
- Simussul
- Barcelona
- E.C. Boa Vista
- Juve - Camaquã
- Pérola TC
- Grêmio Lourenciano

Câmara Municipal realiza Ato de Posse de Osmar Caetano de Almeida

A Câmara Municipal realizou na tarde de segunda-feira (08), o ato de posse de Osmar Caetano de Almeida (PDT). O segundo suplente da Coligação do Partido Democrático Trabalhista (PDT) e Partido da República (PR), assume como vereador com a licença saúde de 15 dias, solicitada por Abel Thürmer Bueno (PDT). Durante o ato realizado na Sala de Sessões da Câmara Osmar Caetano de Almeida apresentou o Diploma expedido pela Presidência da Junta da 80ª Zona Eleitoral

Prefeito recebe organização do 1º Canto Farrapo

O prefeito Rudinei Härter recebeu na quinta-feira (11), a comissão organizadora do 1º Canto Farrapo, evento que ocorrerá no dia 13 de setembro na abertura da Semana Farroupilha do CTG Galpão da Peonada. O grupo, formado por Jorge Luiz da Gama, Adriano Gross, Fernando Teixeira e Tiago Rosa solicitou apoio logístico da Prefeitura, através da Coordenadoria de Cultura para o evento. A coordenadora de Cultura Miriam Freitas, que é integrante da comissão organizadora, também participou da reunião.

O Canto Farrapo, com o lema ‘Onde o verso encontra o canto’, será um festival temático musical com o objetivo de valorizar os músicos lourencianos, dando oportunidade para os novos talentos. O lançamento ocorrerá no dia 10 de agosto, quando o CTG Galpão da Peonada realizará a Noite Nativista, com show de Fernando Teixeira e Adriano Gross e convidados, quando será divulgado o tema e entregue o regulamento com ficha de inscrição.

O projeto do festival foi apresentado ao prefeito que confirmou o apoio da Prefeitura. Rudinei Härter parabenizou a comissão organizadora pela ousadia na criação e realização do novo evento, desejando sucesso. 

Secretaria de Saúde orienta para precauções contra a gripe H1N1

A Secretaria de Saúde de São Lourenço do Sul está informando a população sobre cuidados necessários para evitar a gripe H1N1. O Município tem quatro casos confirmados da doença e um suspeito que aguarda resultado de exames.

Dos quatro doentes com confirmação para H1N1, dois estão internados na Santa Casa de Misericórdia com boa evolução clínica e outros dois estão internados em situação mais delicada em UTI de Pelotas. A Prefeitura, através da Secretaria de Saúde, está auxiliando os pacientes e acompanhando os casos. Neste ano, pela primeira vez, o Município está disponibilizando a coleta de material em pacientes com suspeita da doença para encaminhamento a laboratório. Anteriormente, isso não era feito na cidade.

Devido a circulação do vírus, é importante que as pessoas tomem cuidados necessários para evitar o contágio da doença. A Campanha Nacional de vacinação já encerrou, com o fim das vacinas enviadas ao Município pelo Ministério da Saúde. Mais de 17 mil pessoas foram imunizadas em São Lourenço do Sul, ainda que muitas que estavam nos grupos de risco não foram as Unidades Básicas de Saúde fazer a vacina.

O Rio Grande do Sul tem um significativo aumento de casos da doença neste ano. Apenas em 2019, já são 18 mortes confirmadas no Estado pela H1N1.

Como se prevenir
A prevenção da gripe H1N1 segue as mesmas regras da prevenção de qualquer tipo de gripe, que incluem:
- Evitar manter contato muito próximo com uma pessoa eu esteja infectada;
- Lavar sempre as mãos com água e sabão e evitar levar as mãos ao rosto e principalmente a boca;
- Sempre que possível, ter um frasco com álcool-gel para garantir que as mãos sempre estejam esterilizadas;
- Manter hábitos saudáveis, alimentar-se bem e beber bastante água;
- Não compartilhar utensílios de uso pessoal, como toalhas, copos, talheres e travesseiros, por exemplo;
- Caso haja indicação, utilizar máscara para proteger-se de gotículas infectadas que possam estar no ar;
- Utilizar lenços descartáveis;
- Deixar o ambiente sempre ventilado;
- Cobrir boca e nariz com o braço (não com a mão) sempre que espirrar ou tossir;
- Evitar contato com pessoa doente, evitando abraços e beijos e apertos de mão;
- Evitar aglomerações em épocas em que o número de casos da doença for alto.

quinta-feira, 11 de julho de 2019

Comissão do Senado aprova meia-entrada para doadores de sangue


A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado aprovou nesta quarta-feira (10) um projeto que concede meia-entrada em espetáculos artístico-culturais e esportivos para os doadores regulares de sangue. Por tramitar em caráter terminativo, o texto segue direto para a Câmara dos Deputados caso não haja recurso para votação no plenário.

De autoria do senador Fabiano Contarato (Rede-ES), o texto prevê que o critério para a concessão é a periodicidade mínima de três doações em um período de 12 meses. O benefício será concedido por meio de uma carteirinha feita por hospital, clínica, laboratório ou qualquer outra entidade autorizada para a coleta de sangue, a qual deve ser apresentada junto com documento de identidade.

Ao justificar a medida, Contarato afirmou que mesmo o Ministério da Saúde realizando campanhas anuais para incentivar a doação de sangue, um levantamento da pasta demonstrou, em 2016, que apenas 1,6% da população brasileira aderiu a essa prática.

— Esse percentual está abaixo de parâmetro da Organização Mundial da Saúde (OMS), que é de engajamento de ao menos 4% da população de um país nesse tipo de doação. A escassez é então um grande problema para os bancos de sangue do país, visto que a doação é essencial para a saúde pública — ressaltou o parlamentar.

Segundo Fabiano Contarato, Estados do Espírito Santo, Santa Catarina e Paraná já concedem o benefício proposto. Outros utilizam a doação regular como critério, por exemplo, para a isenção de taxa de inscrição em concursos públicos.

— Por compreender que a doação de sangue é medida crucial para a saúde pública, acredito que o Estado deve sempre buscar os mais variados incentivos para o ato, haja vista que o bem jurídico que aqui se busca promover, a vida, é o mais importante de todos — ressaltou o senador na justificativa do projeto.

Fonte: Gaúcha ZH

quarta-feira, 10 de julho de 2019

Vandalismo: Prefeitura foi pichada nesta quarta-feira (10)

O prédio da Prefeitura Municipal de São Lourenço do Sul, no centro da cidade, amanheceu pichado nesta quarta-feira (10). Com dizeres como "Morte aos Fascistas" a frase também já foi vista em outros prédios da cidade como agências bancárias e nos banheiros da Praia da Barrinha. Neste último local a população se mobilizou e realizou a pintura do prédio para esconder as escritas e símbolos.
Vandalizar um prédio público é um dos atos mais desconexos para um protesto, afinal as obras de melhoria no local serão feitas com dinheiro público, de todos os cidadãos, inclusive dos que fazem o ato. É do dinheiro dos nossos impostos que sai a verba pública. É o mesmo que rasgar o próprio dinheiro. E depois não adianta reclamar que falta dinheiro para atender a comunidade...


Canguçu realizará Congresso Holístico dia 27/07/19